Alessandro Ferrari Jacinto

Currículo Lattes

E-mail: afjacinto@unifesp.br


Selecione a Área ou Linha de Pesquisa para descrição.

Área: IDENTIFICAÇÃO E MONITORIZAÇÃO DE PROCESSOS PATOLÓGICOS

O aprofundamento do conhecimento etiopatogênico das doenças foi marcadamente influenciado pelo desenvolvimento de novos métodos de identificação e seguimento dos processos patológicos. Neste contexto, ferramentas laboratoriais e funcionais mais precisas e específicas acompanham as novas descobertas e a quebra de paradigmas do conhecimento vigente. O comportamento sistêmico das patologias no seu aspecto vascular, metabólico e inflamatório, na dependência do perfil genético do hospedeiro, responde de formas diferentes às intervenções com fármacos, agentes físicos e químicos. Logo, a medicina translacional, integrando os aspectos moleculares e celulares básicos às questões clínicas prementes ao diagnóstico das enfermidades, tem papel crucial em redefinir o papel dos procedimentos tradicionais em Medicina Interna.

Esta área de concentração reúne um grupo altamente sinérgico de linhas de pesquisa que investiga novos rumos para a interação entre biomarcadores moleculares e humorais com os determinantes genéticos de resistência e susceptibilidade a doenças de grande impacto epidemiológico no nosso meio, como as hepatites virais, o diabetes melitus, a cardiopatia chagásica e as neoplasias gastrointestinais. O mesmo enfoque é aplicado à terapias substitutivas de grande importância social, os transplantes renal e cardíaco, na qual a Instituição ocupa posição de vanguarda no cenário científico internacional. Adicionalmente, a pesquisa aplicada em métodos diagnósticos de avaliação funcional cardiovascular e gastrointestinal, visa o aperfeiçoamento e avanço metodológico com claras perspectivas de integração com os determinantes micro-estruturais das doenças sob investigação. Como corolário, espera-se desta Área de Concentração o desenvolvimento de produtos finais e procedimentos inovadores em Saúde, com clara relevância para o atendimento da demanda social brasileira. 

Linha de Pesquisa: ENVELHECIMENTO CEREBRAL E COGNIÇÃO

As demências são um problema de saúde pública mundialmente e seus aspectos negativos (clínicos e financeiros) associam-se não somente aos acometidos, mas também àqueles que cuidam (familiares ou não) e aos sistemas de saúde. A população idosa constitui a maioria das pessoas com demência. A incidência das demências dobra a cada cinco anos a partir dos 65 anos de idade, fazendo do fator idade o principal fator de risco. Com o envelhecimento populacional, observa-se um aumento expressivo na prevalência das demências. Grande proporção de todos os casos de demência no mundo é encontrada em países de baixo e médio nível de desenvolvimento econômico, incluindo o Brasil. A doença de Alzheimer é a principal causa das demências. A compreensão dos aspectos epidemiológicos, fisiopatológicos, clínicos e terapêuticos das demências é de grande importância, com o intuito de obtenção de possíveis modelos de prevenção e manejo mais eficazes.



Orientações em Andamento:

Data de Matrícula Aluno Programa de Pós-Graduação Nível
01/07/2021 CARLOS ANDRÉ FREITAS DOS SANTOS Medicina Translacional (33009015069P4) DOUTORADO
01/07/2021 CIRO KIRCHENCHTEJN Medicina Translacional (33009015069P4) DOUTORADO

© 2013 - 2021 Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

Rua Pedro de Toledo, 720, 2º andar - Vila Clementino  •  CEP 04039-002 - São Paulo - SP
+55 11 5576-4848 Ramal 3027 / +55 11 5576-4228 / +55 11 5549-6441  •  ppg.medicinatranslacional@unifesp.br